Nem Crise nem eleição: ameaçaram o mercado de luxo no Brasil, diz Ermenegildo Zegna.

Chefe de operações de grife masculina italiana diz que não abala seu otimismo. Em entrevista a Folha de São Paulo afirma que não irá ceder a pressão de parar de acreditar no Brasil, porque "Eleição provoca incertezas, mas depois, independentemente de quem é eleito as pessoas se tornam mais confiantes e relaxadas".





Acompanhe na Integra a matéria em https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/10/nem-crise-nem-eleicao-ameacam-o-luxo-no-brasil-diz-ermenegildo-zegna.shtml